Colegas impediram Ronaldo e Mourinho de se pegarem no balneário

compartilhe agora

Cristiano Ronaldo e José Mourinho travaram-se de razões e quase chegaram a vias de facto, após uma discussão no balneário do Real Madrid, em 2013. História é contada numa biografia de CR7 escrita por um jornalista inglês.

fonte:jn.pt

O melhor do Mundo, com a bola nos pés, e o melhor do Mundo, com o bloco de notas da bola, juntaram-se no Real Madrid durante três anos. Guillem Balague, jornalista britânico que lança esta semana o livro “Cristiano Ronaldo: A biografia”, conta que Mourinho e Ronaldo quase andaram à pancada no balneário, após um jogo da Taça do Rei, com o Valência, em 2013.

Segundo Balague, Mourinho insistiu com o avançado madrileno para ajudar a equipe a defender durante o jogo. Depois, o técnico ficou bastante irritado com um lançamento de linha lateral precipitado, que quase deu em gol do adversário e gritou com Ronaldo.

Aos gritos , seguiu-se um desabafo do treinador, já no balneário. “Se eles tivessem marcado…”. Segundo Guillem Balague, Cristiano Ronaldo ficou furioso e respondeu: “Depois de tudo o que fiz por ti, é assim que me tratas! Como te atreves a dizer-me isso?!”

Mourinho não deixou CR7 sem resposta. “Só para que saibas, muitos aqui pensam como eu, mas não têm tomates para te dizer”, terá dito o treinador. Conta Balague que se não fosse a intervenção de alguns jogadores, os melhores do mundo da bola teriam dado uso aos punhos. Ou pés, para fins que não futebolísticos.

 

compartilhe agora

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: