Esloveno de apenas 18 anos encanta e pode ser o nº1 do Draft da NBA em 2018

compartilhe agora

Encurtando caminhos desde adolescente, Luka Doncic, do Real Madrid, lidera seu país na Eurobasket ao lado de Goran Dragic e chama a atenção da liga americana de basquete

Vem da Eslovênia a principal promessa do basquete europeu nas últimas décadas. Com apenas 18 anos, o armador Luka Doncic encurta caminhos, encanta em quadra e a cada partida na Eurobasket confirma as expectativas sobre si. Tratado como uma joia desde quando era apenas uma criança, o garoto do Real Madrid vem liderando a seleção do seu país ao lado de Goran Dragic e em três partidas saiu vitorioso em todas.

A campanha irretocável até aqui e a última temporada pela equipe espanhola fazem com que seu nome ganhe cada vez mais força para o próximo Draft da NBA. É certo que o esloveno estará entre os primeiros picks caso opte por migrar para os Estados Unidos, e a performance ao lado de jogadores mais velhos e em torneios de primeira classe o colocam como um provável número 1 na seleção de novatos da liga americana de basquete.

Doncic tem o basquete no sangue. Começou no esporte aos seis anos, muito por influência do pai. Sasa Doncic foi atleta de destaque e jogou pela seleção da Eslovênia. Sua mãe, Mirjam Poterbin, ex-modelo, também era bailarina. Além do basquete, Luka também praticou judô e futebol, mas logo optou pelo esporte que hoje o coloca em destaque.

 

O começo foi no Olimpija Ljubljana, time da cidade onde nasceu. Em um torneio europeu para atletas da sua idade, em 2012, o menino fez 54 pontos, 11 rebotes e dez assistências contra a Lazio na decisão. No mesmo ano, chamou a atenção do Real Madrid, e deixou a casa dos pais para assinar um contrato até sua maioridade. Crescendo a cada ano, foi MVP de todos os torneios possíveis e em 30 de abril de 2015, aos 16 anos e dois meses, tornou-se o jogador mais jovem a atuar pelo Real Madrid.

O talento o colocou em destaque também entre os mais velhos. Com uma inteligência diferenciada para o basquete, ele também reúne características físicas interessantes para um jogador que atua como armador. Tem 2,01m e 99kg. Especialista em bolas de três pontos, também consegue conduzir o time e nesta Eurobasket tem médias de 13,7 pontos, sete rebotes e 3,7 assistências por partida em quase 30 minutos por duelo.

– Tenho muitos planos. Posso melhorar em tudo e eu tenho um monte de coisas para melhorar – disse o garoto em recente entrevista antes da Eurobasket para o “Slovenian on Val 202”, quando também falou que chegou a ser procurado pela Espanha para atuar pelo país, mas preferiu jogar com a Eslovênia.

No último duelo, contra a Grécia, o “Wonder Boy” fez 22 pontos, com cinco rebotes e três assistências. Titular da seleção da Eslovênia aos 18 anos, ele assume ao lado de Goran Dragic, do Miami Heat, da NBA, o papel de líder em quadra. Recentemente, a “Sports Illustrated”, revista americana especializada em esportes, colocou Luka como “a próxima grande joia europeia”. Lembrando que na última Euroliga ele teve médias de 14,2 pontos, 7,5 assistências e 8,1 rebotes a cada 36 minutos jogados.

fonte: Globoesporte

 

 

compartilhe agora

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: